quinta-feira, 21 de abril de 2011

Banda Parangolé é acusada de plágio

Polêmica começou pela rede social Twitter
Uma polêmica pelo twitter entre os músicos da banda Angra e o vocalista do Parangolé, Léo Santana, levantou a possibilidade de plágio. Tudo começou depois que surgiram rumores na rede social de que o grupo baiano teria plagiado um riff da música "Nova Era", da banda de heavy metal. A confusão foi tanta, que até os fãs do grupo surgido em São Paulo ficaram chateados e criaram a hastag #Parangolixo, fazendo com que o assunto fosse o segundo mais comentado do twitter no Brasil.
Integrantes da banda Angra contaram como conheceu a música e revelou sua reação ao perceber que o Parangolé usava o mesmo riff de guitarra de sua autoria, sem autorização legal.
Kiko Loureiro, um dos componentes da Angra, em entrevista ao jornal Correio da Bahia, disse que o problema não foi ter sido o Parangolé a usar o seu riff, mas sim eles não terem pedido autorização. "Não temos problema nenhum que usem nossas músicas. Direto aparecem pessoas pedindo para usar nossas músicas em filmes e projetos de faculdade. Não temos nenhum problema de autorizar, mas eles usaram sem nem nos comunicar", contou o músico.
A música que os músicos do Angra estão acusando o Parangolé de plágio, intitulada 'Azevixe', foi gravada pela banda há algum tempo, quando o vocalista ainda era Nenel e já não faz mais parte do repertório dos shows. De acordo com Kiko a música usa o mesmo riff de guitarra da música 'Nova Era' de sua banda.
Segundo o advogado especializado em casos de direitos autorais, Rodrigo Moraes, 'plágio' é a doutrina de atribuir a si próprio a obra de outra pessoa. "Quando se tratando de música é complicado identificar, pois não há na lei nada que determine quando uma música foi 'plagiada', nada que diga por exemplo: até sete compassos é considerado plágio", explicou o advogado.
Nesta ação, o Angra pode acusar o Parangolé por danos morais e materiais, mas de acordo com Rodrigo Moraes, a banda acusada pode contra-atacar alegando calúnia, caso seja provado que a música não é plágio.

Com informações do Correio da Bahia