sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Santo Estevão: Promotoria e comando da PM vão fazer palestras sobre trânsito com operários da Dass


A promotora Suzilene Ribeiro e o Major Samuel de Melo se reuniram com diretores da fábrica de calçados DASS para agendar as datas para as palestras dentro da empresa.
A Polícia Militar juntamente com o Ministério Público estão empenhados em reduzir os índices de acidentes com vítimas fatais na cidade e também fazer cumprir a lei. “A Dass abraçou a idéia logo no início, mas em três meses de palestras ainda não tinha definido a data para orientarmos seus funcionários", afirmou o Major Samuel de Melo, da 57ª Companhia Independente de Polícia Militar de Santo Estevão.
A Dass, que possui três mil e quatrocentros funcionários exige internamente o uso dos equipamentos de proteção individual, em cumprimento das normas trabalhistas e de acordo com o Major “pode sim orientar seus colaboradores que cumpram as leis de trânsito”, disse.
Na sua maioria, os trabalhadores utilizam as motocicletas sem os equipamentos obrigatórios e alguns deles já sofreram inclusive acidentes fatais. De acordo com as estatísticas os acidentes tem maior probabilidade de acontecer quando o operário está a caminho do trabalho, retornando ou no horário do almoço, considerado pela PM como o mais crítico, devido à velocidade que eles passam em manobras arriscas e imprudentes, desrespeitando as leis de trânsito pondo em risco a si mesmos e aos outros.
"Já trabalhei em outras cidades até menores que Santo Estevão mas o trânsito era disciplinado. Para mim foi um choque quando cheguei aqui na cidade e avistei tantas irregularidades. A questão do capacete é importante sim, pois no final quem paga a conta somos nós", avaliou Dra Suzilene, Promotora da comarca de Santo Estevão.